Dançar é uma paixão, mas para manter acesso o fogo desta paixão e preciso trabalho ardo, dedicação, disciplina, respeito e muito amor por cada passo que damos...

*Por: Mary... Mariana de Oliveira...

Divulgando todas as artes através da arte de dançar....


segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Bagagem de Emoções.




Para dançar um tango com emoção, temos que carregar toda a nossa bagagem de emoções que acumulamos durante a nossa vida. Mas temos que saber usar com sabedoria toda essa bagagem, pois senão vai pesar muito e não vamos ter a leveza necessária para conduzir ou para se deixar conduzir. Quando eu danço o tango parece que eu estou flutuando e uma emoção indescritível e com se tudo a minha volta não existisse, e só eu a pessoa que esta me conduzindo.É uma total entrega aquele momento único. Apesar de ser uma dança muito técnica, muito precisa, todos os movimentos são calculados, prefiro na hora da dança esquecer tudo isso e dança com o coração e com minha bagagem de emoções. Engraçado eu ter tanto prazer de dançar um tango, se até pouco tempo era raro os tangos que eu gostava de ouvir, ver um casal dançado tango para mim era a coisa mais sem graça era raro um casal dançar ao ponto de emocionar-me.Não via nada de romântico nessa dança, era muito triste e sem graça mesmo. Só mesmo dançando e que fiquei deslumbrada, encantada mesmo e querendo ficar cada dia melhor, me vendo obrigada assistir tantos vídeos quanto possível para aprender um pouco mais desta dança fascinante. Foi assistindo estes vídeos que percebi que muitos dançarinos dançam um tango de qualidade, com muita técnica, até mesmo com amor pelo tango, mas sem a bagagem de emoções necessárias. Mas por que ainda são raros os vídeos que me atraem, creio que falta a cumplicidade a emoção a troca de sentimentos, pois nós dançarinos não temos que ter só amor a dança, mas sim amor a vida e a tudo de belo que dela podemos desfrutar.Temos que deixar aflorar todos os sentimentos mais nobres que tempos bem no fundo de nossa alma e fazer uma trocar de emoções para com o nosso parceiro(a).
" Temos que nós permitir trocar emoções." Fico encantada quando consigo enxergar atraves de um casal dançando essa troca de emoções e realmente uma coisa rara de se ver.Quero dançar a minha dança com minha bagagem muito bem selecionada, aplicar todas as minhas melhores emoções. Não quero chegar a lugar nenhum, quero apenas me deixar levar por todas essas emoções que a dança me proporcionar, sem pensar em mais nada. Carrego dentro de mim tanta bagagem que as vezes pesa, vou jogar um pouco fora, para dar mais leveza e vou adquirir novas para dar mais conteúdo e seguir passo a passo nessa dança da vida.
* Por: Mariana de Oliveira.

Um grande dançarino (a)



Um grande dançarino(a) é na sua humildade de ser aquele que estendendo a mão para conduzir ou ser conduzido se entregar de corpo e alma a essa magia que é dançar, tornando dois corpos um só e na sua plenitude transforma seus corpos em plumas, girando, flutuando ou deslizando pelos salões da vida vai levando amor, carinho e amizade a todos a sua volta....  * Por: Mary...  Mariana de Oliveira..

domingo, 27 de fevereiro de 2011

Dançar é vida.

video
Recebi esta linda homenagem de uma amiga.
Obrigado pelo carinho, quando te pedi para escrever uma poesia sobre a dança não esperava receber esta linda montagem. Dançar é minha vida!!!
A você meu carinho!!!
Imagem da internet
Autor(a) Vivian Teixeira
Musica: Lara Fabian - Love by Grace

Retratos da Vida


Mary,

Sonhava e sonha,

Procurava e procura,

Encontrava e encontra....



Corria e corre,

Voava e voa,

Alcançava e alcança,

Acreditava e acredita....



Sorria e sorri,

Cantava e canta,

Dançava e dança,

Amava e ama....



Vivia e vive,

Beijava e beija,

Abraçava e abraça,

Desejava e deseja...



Mary,

Que um dia

Foi amada

Quando amava…

Que hoje ama sem esperar nada em troca....



Mary,

Menina e mulher,

Uma eterna apaixonada,

Que nessa dança da vida encanta e é encantada...



* Por Mary.. Mariana de Oliveira...